Três palavras para achar o que se perdeu

APL 1145

Dizem que esta história aconteceu numa aldeia Raiana num local designado por Lapa, situado entre as fragas rochosas num dos locais mais levados da aldeia. Já era noite passava por ali uma mulher vinda da sua labuta diária num arraial, ainda, distante.
 Como quase todas as mulheres da aldeia, trazia o terço de que se fazia sempre acompanhar. Ao passar ali por entre as fragas, deixou cair o terço; como era de noite começou a procurá-lo com alguma dificuldade. Enquanto andava a procurar o terço ouviu uma voz que lhe disse: “Enxerga, enxerga pedra.”
 A mulher de imediato encontrou o terço e fugiu dali assustada a rezar contra as almas do outro mundo. Dizem que o acontecido se soube e se espalhou por aquelas terras.
 A partir deste caso quando por ali se perde alguma coisa, diz-se que isso produz um efeito mágico e a pessoa encontra o que perdeu.

Fonte Biblio MOURA, José Carlos Duarte Histórias e Superstições na Beira Baixa Castelo Branco, RVJ editores, 2008 , p.9

Place of collection-, CASTELO BRANCO, CASTELO BRANCO

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications