Villar do Monte

APL 3468

No mencionado sitio do Couto ha uma notabilidade d’outra ordem – o Castanheiro do Gaiteiro, assim denominado porque, segundo diz a lenda, nelle se refugiou in illo tempore um tocador de gaita de folle, perseguido pelos lobos, que se acercaram do castanheiro e miravam o tocador, como que aguardando a descida d’elle para o devorarem.
    Vendo-se o homem livre dos dentes das feras, lembrou-se de soprar ao folle e de tocar a gaita. Feliz lembrança, porque os lobos apenas ouviram tão estranho som, bateram em debandada! Ficou o bom do homem satisfeitissimo; – desceu bemndizendo a lembrançar – e, divulgando-se a historia, todos d’ahi em diante a contavam sempre que viam o castanheiro, pelo que ainda hoje se denomina Castanheiro do Gaiteiro.

Fonte Biblio PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Portugal Antigo e Moderno Lisboa, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , p.Tomo XI, pp. 1342-1343

Place of collection Vilarinho Da Castanheira, CARRAZEDA DE ANSIÃES, BRAGANÇA

Narrativa

When XIX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications