artefactos

Results 1 thru 14
Page 1 of 1

APL 2475
A Invenção dos Moinhos

MATOS, Albano Mendes de, Literatura Popular Tradicional na Gardunha, s/l, Edição do Autor, 2004 , 36
Alcaide (FUNDÃO) CASTELO BRANCO

Em tempos muito antigos, o Diabo inventou os moinhos para fazerem farinha dos grãos do trigo, do centeio, da cevada e até da aveia. Farinha para se fazer o ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 2822
Lenda da Campainha de Bronze

MARQUES, Gentil, Lendas de Portugal, Lisboa, Círculo de Leitores, 1997 [1962] , Volume III, pp. 97-101
Monsanto (IDANHA-A-NOVA) CASTELO BRANCO

Há muito tempo já, governava o castelo de Monsanto um homem duro, resoluto, positivo nas suas acções, mas um tanto descrente das coisas divinas. Como o seu povo tinha ...

[Unsure / Uncommitted] [Registo escrito Lúdico]

APL 3007
Lenda da Mata da Rainha

MARQUES, Gentil, Lendas de Portugal, Lisboa, Círculo de Leitores, 1997 [1962] , Volume V, pp. 81-85
Pedrógão De São Pedro (PENAMACOR) CASTELO BRANCO

A oeste de Pedrógão existiu em tempos que já lá vão um rei que tinha uma filha de rara beleza. E tão encantadora era a jovem ...

[Unsure / Uncommitted] [Registo escrito Lúdico]

APL 2882
Lenda da Torre da Princesa

MARQUES, Gentil, Lendas de Portugal, Lisboa, Círculo de Leitores, 1997 [1962] , Volume IV, pp. 219-224
Bragança (Sé) (BRAGANÇA) BRAGANÇA

Onde hoje existe a cidade de Bragança, existiu em tempos remotos a aldeia de Benquerença — nome que, por si só, é um símbolo de virtude e tradição ...

[Unsure / Uncommitted] [Registo escrito Lúdico]

APL 2438
Lenda do Azinhal

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Azinhal (CASTRO MARIM) FARO

Diz a lenda que antigamente, no local que hoje se chama Azinhal, existia um nobre muito poderoso e que era dono de muitas terras e que esse nobre tinha uma ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 2792
Lenda do Capitão de Deus

MARQUES, Gentil, Lendas de Portugal, Lisboa, Círculo de Leitores, 1997 [1962] , Volume II, pp. 275-281
- (FUNCHAL) ILHA DA MADEIRA (MADEIRA)

Esta é mais uma história lendária de D. Sebastião. Lenda que se confunde, por vezes, com a própria realidade, lenda que possui algo de intangível — esse ...

[Unsure / Uncommitted] [Registo escrito Lúdico]

APL 2476
Nosso Senhor e o Tingidouro

MATOS, Albano Mendes de, Literatura Popular Tradicional na Gardunha, s/l, Edição do Autor, 2004 , 37
Alcaide (FUNDÃO) CASTELO BRANCO

Conta-se que, em eras muito antigas, o Diabo inventou o moinho, que tem o inferno por baixo das mós, onde está o entrosgal, conjunto de engrenagens.
 Mas faltava uma ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 3638
[O castelo do Mau Vizinho]

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 287-288
- (MOGADOURO) BRAGANÇA

Por baixo deste lugar [Algozinho, concelho de Mogadouro] se vê, e ainda fora da terra, em cinquenta palmos de altura, um castelo demolido, que dizem ser fabricado pelos mouros e ...

[Unsure / Uncommitted] [Citação]

APL 3606
O cristão, o mouro e a Senhora do Naso (versão D)

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 262-263
- (MIRANDA DO DOURO) BRAGANÇA

Noutros tempos nas terras de Miranda os cristãos eram escravos dos mouros. Havia então um cristão que tinha de trabalhar no duro durante o dia, e à noite ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 3605
[O cristão, o mouro e a Senhora do Nazo] versão A

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 260-261
Póvoa (MIRANDA DO DOURO) BRAGANÇA

Em certo tempo um homem destes sítios [povoação da Póvoa, concelho de Miranda do Douro] estava cativo pelos mouros em Argel, e com tanto rigor o tratavam ...

[Unsure / Uncommitted] [Citação]

APL 3607
O poço sem fundo

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 263
- (MIRANDA DO DOURO) BRAGANÇA
Motivos: F153.1.,

Diz o povo que os mouros para se esconderem dos cristãos, resolveram construir no lugar do Naso, concelho de Miranda do Douro, um poço sem fundo. E quando ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 3543
O rei mouro e a pipa dos pregos

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006
Rebordãos (BRAGANÇA) BRAGANÇA

Num morro próximo de Rebordãos, concelho de Bragança, há um castro arruinado conhecido como o “castelo dos mouros”, onde, há muitos e muitos anos, viveu um rei ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 3604
Os mouros e o convento do Varatojo

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 259-260
- (MESÃO FRIO) VILA REAL
Motivos: F721.1.,

Na vila de Mesão Frio, no local onde está o convento dos Franciscanos do Varatojo, que hoje funciona como Câmara Municipal, existe, segundo a tradição oral, uma ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 3639
Vilarinho dos Galegos

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 288
Vilarinho Dos Galegos (MOGADOURO) BRAGANÇA

No termo de Vilarinho dos Galegos, concelho de Mogadouro, quilómetro e meio daquele povo, fica o Castelo dos Mouros, de que ainda há paredes com dois e três ...

[Unsure / Uncommitted] [Citação]


Results 1 thru 14
Page 1 of 1