Hidden Treasures

Results 1 thru 25
Page 1 of 7       1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 >

APL 1550
A barrica de libras

DUARTE, Joaninha, A Luz da Cal ao Canto do Lume, Lisbon, Colibri, 2009 , 265
Cabeção (MORA) ÉVORA

Reza a lenda imemorável que ao fundo do bairro, existia um portão, tipo cancela, ao pé do Chão da Quinta (onde hoje é o cemitério), ladeado por ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1108
A bezerrinha de ouro

HENRIQUES, Francisco , Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros, Vila Velha de Rodao, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , 274
Vila Velha De Ródão (VILA VELHA DE RÓDÃO) CASTELO BRANCO

Num local chamado Vidigueira há uma bezerrinha de oiro dentro de uma charca e que costuma sair da água na manhã de São João.
 Um dia um homem ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 2267
A Bouça do Hortal

VASCONCELLOS, J. Leite de, Contos Populares e Lendas II, Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , 752-754
Eiriz (PAÇOS DE FERREIRA) PORTO None [Unsure / Uncommitted] [Citation/Quote]

APL 3735
A casa dos mouros de Cidadelha

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 354
- (VILA POUCA DE AGUIAR) VILA REAL None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 388
A Cova do Gigante (2)

CUNHA, Jorge da, Criações do Génio Popular, Arruda dos Vinhos, Associação para a Recuperação do Património de Arruda, 1997 , 30-31
Arruda Dos Vinhos (ARRUDA DOS VINHOS) LISBOA

Em Arruda dos Vinhos havia um gigante que aterrorizava as pessoas: comia todos os animais, pois era enorme e precisava de muito alimento.
 Isto não podia continuar!
 Mais dia ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 3664
A Cova dos Maus

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 304-305
Salto (MONTALEGRE) VILA REAL None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 2996
A Estalagem das Mestras

JANA, Isilda, Histórias à Lareira, Abrantes, Palha de Abrantes, 1997 , 79
- (ABRANTES) SANTARÉM None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 897
A Fonte da Porca

CAMPELO, Álvaro, Lendas do Vale do Minho, Valenca, Associação de Municípios do Vale do Minho, 2002 , 217
- (VILA NOVA DE CERVEIRA) VIANA DO CASTELO

Reza a lenda que junto a uma fonte, agora chamada de Fonte dos Porcos, aparecia uma porca com porquinhos de ouro. Tal aparecimento era comentado por toda a vizinhança ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 2183
A Fonte do Arroio

OLIVEIRA, Francisco Xavier d'Ataíde, Monografia da Luz de Tavira, Faro, Algarve em Foco, 1991 [1913] , 219-220
Luz (TAVIRA) FARO

O actual poço que existe no sítio do Arroio veiu substituir uma antiga fonte, denominada a Fonte Coberta. Ficava a fonte junto da estrada velha que, antes da ...

[Unsure / Uncommitted] [Memory transcription]

APL 2994
A Fonte dos Mingases

JANA, Isilda, Histórias à Lareira, Abrantes, Palha de Abrantes, 1997 , 77
Vale De Mós (ABRANTES) SANTARÉM None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 3557
A Fontela de Candegrelo

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 225-226
Grijó De Parada (BRAGANÇA) BRAGANÇA None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 963
A grade da ponte do rio Vima

AA. VV., -, Literatura Portuguesa de Tradição Oral, s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , TE6
Crestuma (VILA NOVA DE GAIA) PORTO

Conta-se em Crestuma que, na ponte do rio Vima, está submersa uma grade de ouro encantada. Segundo a lenda, o encantamento só pode ser quebrado por um lavrador que tenha ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 3714
A lâmpada de ouro

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 340
Lebução (VALPAÇOS) VILA REAL None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 752
A lenda da espada enferrujada

PARAFITA, Alexandre, Património Imaterial do Douro - Narrações Orais (contos, lendas, mitos) Vol. 1, Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2007 , 155
Sendim (TABUAÇO) VISEU

No lugar de S. Mamede, em Paradela, há um cabeço e por baixo dele uma gruta, onde o povo costuma dizer que existe um tesouro encantado, guardado pelo Diabo ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 3687
A lenda da Pala da Moura

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 319-320
Parada De Pinhão (SABROSA) VILA REAL
Motifs: F721.4.,
None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 2036
A lenda da pedra laje

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Alvalade (SANTIAGO DO CACÉM) SETÚBAL

Uma vez era um homenzito que foi a uma taberna e depois tava lá dois homens, ali...jogando às cartas. Apois acabaram de jogar às cartas foram bober qualquer coisa ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 2443
A lenda das três portas da Sé

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Leiria (LEIRIA) LEIRIA None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 2446
A lenda das três Portas da Sé (outra versão)

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
- (LEIRIA) LEIRIA None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 2764
A lenda de Agarez

PARAFITA, Alexandre, O Maravilhoso Popular - Lendas, contos, mitos, Lisbon, Plátano Editora, 2000 , 100-101
Vila Marim (VILA REAL) VILA REAL None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1040
A lenda de São Martinho

AA. VV., -, Literatura Portuguesa de Tradição Oral, s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , L9
Vilarelho Da Raia (CHAVES) VILA REAL

Diz-se que no combate contra os Mouros que viviam no monte de Vamba entre Vilarelho e Cambedo, passou por lá São Martinho. Ao ver esse impiedoso combate, montou no ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 3223
A Lenda do Cabeço da Moira

CRUZ, João, S. Caetano - A sua história e as suas gentes, s/l, Junta de Freguesia de S. Caetano, 2000
São Caetano (CANTANHEDE) COIMBRA None [Unsure / Uncommitted] [Citation/Quote]

APL 423
A Lenda do Tanque dos Mouros

S/A, ., Lendas e Outras Histórias, Estremoz, Escola Porfissional da Região Alentejo / Núcleo de Dinamização Cultural de Estremoz, 1995 , 29-30
- (ESTREMOZ) ÉVORA

Entre o sítio dos Mártires e o convento de Santo António existe um grande tanque quadrado que dizem ser obra dos mouros, pelo jeito que o povo ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1688
A mina

AA. VV., -, Literatura da tradição oral do concelho de Vila Real, s/l, UTAD / Centro de Estudos de Letras (Projecto: Estudos de Produção Literária Transmontano-duriense),
Lamares (VILA REAL) VILA REAL

Existe uma mina qu’antigamente diziam que era dos Mouros.

Diziam que havia lá riquezas interradas, mas tinha que se sonhar três vezes e depois ir lá e n ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 2275
A Mina de Valbom

VASCONCELLOS, J. Leite de, Contos Populares e Lendas II, Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , 765
Santiago De Piães (CINFÃES) VISEU None [Unsure / Uncommitted] [Memory transcription]

APL 3164
[A moura feita em horrendo bicho]

PARAFITA, Alexandre, Património Imaterial do Douro (Narrações Orais), Vol. 2, Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2010 , 284
Vilas Boas (VILA FLOR) BRAGANÇA None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]


Results 1 thru 25
Page 1 of 7       1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 >