Casos Estranhos

Results 1 thru 23
Page 1 of 1

APL 1042
A Bouça da Fada

AA. VV., -, Literatura Portuguesa de Tradição Oral, s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , L12
Gondim (MAIA) PORTO

Na freguesia de Santa Maria de Avioso, conta-se o seguinte:
Há muitos anos, um grupo de miúdos costumava brincar numa bouça. Um dia, os miúdos começaram ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 984
A carteira desaparecida

AA. VV., -, Literatura Portuguesa de Tradição Oral, s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , CE7
Santo António De Monforte (CHAVES) VILA REAL

Um lavrador tinha três empregados. Certo dia, a carteira do patrão desapareceu e ele logo arranjou maneira de culpar os empregados. Eles disseram que estavam inocentes.
Passaram-se os ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1006
A chiba

AA. VV., -, Literatura Portuguesa de Tradição Oral, s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , HD9
Penafiel (PENAFIEL) PORTO

Na freguesia de Lagares, costumava haver os tridos às cinco da manhã, feitos por padres franciscanos. As pessoas, antes de irem para a igreja, juntavam-se no Abrunho e depois seguiam ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 3050
A Espada da Virgem

CAETANO, Amélia, "Lendário Mafrense" in Boletim Cultural '93, Mafra, Câmara Municipal de Mafra, 1994 , 262-264
Mafra (MAFRA) LISBOA

Davam lá em cima no Convento as onze da noite.
    O vento abandava as árvores, fustigando-lhes as folhas num assobio agudo arrepiante.
    Pelas janelas da igreja matriz coava-se a luz ...

[Unsure / Uncommitted] [Citação]

APL 2996
A Estalagem das Mestras

JANA, Isilda, Histórias à Lareira, Abrantes, Palha de Abrantes, 1997 , 79
- (ABRANTES) SANTARÉM

Perto da aldeia da Foz (concelho de Abrantes) existe um local designado por “As sete azinheiras”, exactamente por ali se encontrarem, muito juntas, sete azinheiras.
Reza a lenda que, naquele ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 2034
A lenda da encomendação

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Alvalade (SANTIAGO DO CACÉM) SETÚBAL

É um caso real.
Foi na aldeia de São Romão, pertencente a Panoias e o homem era moral de vacas na Torre Vã. E atão o que é que ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 2059
A lenda da luzinha da Charneca

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
- (ODEMIRA) BEJA

Diz-se (os mais antigos) que até agora há pouco tempo começou a desaparecer mais essa lenda, mas que havia uma luz que chamavam “a luzinha da Charneca” que tinha ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1090
A namorada do Vale d'Água

HENRIQUES, Francisco , Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , 111-112
- (PROENÇA-A-NOVA) CASTELO BRANCO

Informaram-me ter sido o meu pai o protagonista desta história.
 Era novo e namorava na altura uma moça no Vale d’Água. Às tantas da noite, e depois ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 2398
Cavalo branco

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Landim (VILA NOVA DE FAMALICÃO) BRAGA

Bom essa, essa é uma história que se passou comigo além, além de se passar comigo depois… fomos averiguar, aliás o meu pai averiguou que já se ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 35
Chamas enfeitiçadas

CAMPOS, Beatriz C. D., Tarouca, Folclore e Linguística, Tarouca, Câmara Municipal de Tarouca / Escola Preparatória de Tarouca, 1985 , 30
Granja Nova (TAROUCA) VISEU

O meu marido vinha da vindima, à noite, com um rancho de homens e mulheres. Quando chegaram ali, ao pé da capela da Senhora da Graça, veio uma fogueira t ...

[Convinced Belief] [Transcrição Oral]

APL 2425
Chuva de pedras

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Casal De Ermio (LOUSÃ) COIMBRA

Nos arredores da serra da Lousã existe uma casa muito bonita que, ainda no final do séc. XX ninguém a queria comprar numa localidade chamada Casal.

Por raz ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 29
Feitiço no picarnel

CAMPOS, Beatriz C. D., Tarouca, Folclore e Linguística, Tarouca, Câmara Municipal de Tarouca / Escola Preparatória de Tarouca, 1985 , 26
- (TAROUCA) VISEU

Aconteceu comigo. Riem-se? Dizem que não há coisas? Hã!... Eu nunca fui assustado. Foi comigo e com o Armindo. Uma ocasião lançámos uns pardelhos no rio Barosa ...

[Convinced Belief] [Transcrição Oral]

APL 508
Lenda do Poço do Sardão

AA. VV., -, Baú de Memórias, S. Pedro do Sul, Projecto Escolas Rurais, 1999 , 45
- (SÃO PEDRO DO SUL) VISEU

Era uma vez, em Oliveira de Sul, um padre que andava a tomar banho no rio. Nesse rio havia um remoinho. O remoinho era muito forte e levou o padre ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 2096
“Luz da carniceira”

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Ferreira Do Alentejo (FERREIRA DO ALENTEJO) BEJA

Então da luz da carniceira, sempre ouvi falarem meus pais que havia uma luz que aparecia muito às pessoas. Havia uma ribeira, que à noite os rapazes iam para o ...

[Some Scepticism] [Transcrição Oral]

APL 3343
Nicolau (São) - O Botequim do Pepino

PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de, Portugal Antigo e Moderno, Lisboa, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , Tomo VI, pp. 61-62
São Nicolau (PORTO) PORTO

Houve na rua de Cima do Muro, n’esta freguezia de S. Nicolau, um pouco ao poente do Postigo dos Banhos, um botequim, que se tornou celebre e conhecido como ...

[Unsure / Uncommitted] [Registo escrito Científico]

APL 1745
O cruzeiro da Nossa Senhora d’Agonia

AA. VV., -, Literatura da tradição oral do concelho de Vila Real, s/l, UTAD / Centro de Estudos de Letras (Projecto: Estudos de Produção Literária Transmontano-duriense),
Justes (VILA REAL) VILA REAL

Era uma vez um senhor que vinha duma feira a cavalo num cavalo e chegou a um cruzamento de caminhos. O cavalo nem p’ra trás, nem p’ra ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1719
O cruzeiro de Sanguinhedo

AA. VV., -, Literatura da tradição oral do concelho de Vila Real, s/l, UTAD / Centro de Estudos de Letras (Projecto: Estudos de Produção Literária Transmontano-duriense),
Mouçós (VILA REAL) VILA REAL

Diz a lenda que um indivíduo, desses grandes lavradores, dos maiores lavradores da aldeia, ia-se por aí a fora deitar a água de noite de torna a torna, nos ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 979
O ladrão de barbas

AA. VV., -, Literatura Portuguesa de Tradição Oral, s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , CE1
Cumieira (SANTA MARTA DE PENAGUIÃO) VILA REAL

Há uns anos atrás, por volta de Maio, estava eu em casa a preparar a janta, quando me apareceu a senhora Rosalina, que era na altura a mulher mais ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 648
O Muro do Lançarote

DIAS, Jaime Lopes, Contos e Lendas da Beira, Coimbra, Alma Azul, 2002 , 35-38
Idanha-A-Nova (IDANHA-A-NOVA) CASTELO BRANCO

O inverno corria tempestuoso e agreste. Contra o que geralmente acontece, os cumes dos montes que delimitam as extensas Campinas de Idanha-a-Nova já nesse ano haviam sido visitados por um ...

[Unsure / Uncommitted] [Registo escrito Lúdico]

APL 983
Os pescadores e a boneca

AA. VV., -, Literatura Portuguesa de Tradição Oral, s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , CE5
Póvoa De Varzim (PÓVOA DE VARZIM) PORTO

Contam os velhos que no dia 27 de Fevereiro de 1892 – dia de uma grande tragédia marítima, em que morreram cento e tal poveiros – os pescadores de um ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 2230
[O Túmulo do Conde]

VASCONCELLOS, J. Leite de, Contos Populares e Lendas II, Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , 629-630
Castro De Avelãs (BRAGANÇA) BRAGANÇA

Castro de Avelãs possui uma igreja antiga que, creio, pertenceu a um extinto convento; a porta do adro da igreja é ladeada por dois leões de pedra, a respeito ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição de Memória]

APL 1328
Um Castelo todo iluminado

FURTADO-BRUM, Ângela, Açores: Lendas e outras histórias, Ponta Delgada, Ribeiro & Caravana editores, 1999 , 161
Guadalupe (SANTA CRUZ DA GRACIOSA) ILHA DA GRACIOSA (AÇORES)

Ainda nos princípios do século vinte se cultivava muito trigo na Graciosa e os campos assim cultivados, em Julho, davam uma pincelada dourada à paisagem a contrastar com o ...

[Unsure / Uncommitted] [Registo escrito Lúdico]

APL 1895
Um Sonho

VASCONCELLOS, J. Leite de, Contos Populares e Lendas I, Coimbra, por ordem da universidade, 1963 , 523
Mexilhoeira Grande (PORTIMÃO) FARO

Uma mulher sonhou, durante três noites, que havia um pé de salsa junto de um poço, onde ia todos os dias buscar água, e que devia regar esse ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]


Results 1 thru 23
Page 1 of 1