Enchanted Treasures

Results 126 thru 150
Page 6 of 14       < 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 >

APL 612
As mouras da Fonte da Guarda

SOUSA, Arlindo de, Umica, Aveiro, Separata de Arquivo do Distrito de Aveiro, vol. XX, 1954 , 23-24
Feira (SANTA MARIA DA FEIRA) AVEIRO
Motifs: K525.8.1.,

Na noite de S. João, diz a lenda, aparecem mouras na Fonte da Guarda.
 Uma vez apareceu ali uma com uma grade de ouro. Um lavrador, que foi levar ...

[Unsure / Uncommitted] [Scientific written text]

APL 649
As Mouras da Serra d’Opa

DIAS, Jaime Lopes, Contos e Lendas da Beira, Coimbra, Alma Azul, 2002 , 39-40
- (CASTELO BRANCO) CASTELO BRANCO

Não há canto de Portugal que não tenha, em velhos castelos roqueiros, em fragas inacessíveis ou em ruínas de passado distante, lindas mouras de cabelos de ...

[Unsure / Uncommitted] [Ludic written text]

APL 3721
[As mouras de Freixiel]

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 343-344
Freixiel (VILA FLOR) BRAGANÇA None [Unsure / Uncommitted] [Citation/Quote]

APL 2492
As Mouras de Querença

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Querença (LOULÉ) FARO None [Some Scepticism] [Oral transcription]

APL 3651
[As mouras dos Rameseiros]

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 296
Vilar De Perdizes (São Miguel) (MONTALEGRE) VILA REAL
Motifs: C331.,
None [Unsure / Uncommitted] [Citation/Quote]

APL 1936
[As passas de uva encantadas]

AZEVEDO, Ana, A Literatura Oral na Comunidade Emigrante Portuguesa em Montreal, Faro, Universidade do Algarve, 2002 , # 170
- (BEJA) BEJA

É também dito, nesse monte da minha mãe, à beira do castelo e é por isso que há ali muitas lendas; que na noite de S. João iam buscar água ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 3719
As pias dos mouros de Argeriz

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 342
Algeriz (VALPAÇOS) VILA REAL None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 928
As picaretas de oiro

FERREIRA, Joaquim Alves, Lendas e Contos Infantis , Vila Real, Edição do Autor, 1999 , 102-103
- (VILA REAL) VILA REAL

O famigerado Penedo Negro tem ainda outras lendas, ligadas também à actividade dos povos da serra e relacionada principalmente com o fabrico do carvão que os carvoeiros vinham vender ...

[Unsure / Uncommitted] [Ludic written text]

APL 74
A Tecedeira

VAZ, Francisco Lourenço, Pinelo, economia da natureza e cultura popular, Lisbon, Colibri / C. M. Vimioso, 2002 , 59
Pinelo (VIMIOSO) BRAGANÇA

No Canto do Ablahal, sítio ermo próximo do rio Maças e assim designado possivelmente pela configuração do terreno onde o rio faz uma volta para contornar ...

[Some Belief] [Oral transcription]

APL 3709
A tesoura da moura

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 336-337
Lebução (VALPAÇOS) VILA REAL None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 1014
A vaca encantada

AA. VV., -, Literatura Portuguesa de Tradição Oral, s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , ME2
Semelhe (BRAGA) BRAGA

Numa aldeia, um lavrador tinha uma vaca que começou a manifestar um comportamento muito estranho. Todas as noites dava pinotes dentro do estábulo, muava enfurecida e ninguém ...

[Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 2254
A Velha Barbaças

VASCONCELLOS, J. Leite de, Contos Populares e Lendas II, Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , 743-744
Mexilhoeira Grande (PORTIMÃO) FARO None [Unsure / Uncommitted] [Memory transcription]

APL 3629
A velha e o carvão

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 280
- (MIRANDELA) BRAGANÇA None [Unsure / Uncommitted] [Oral transcription]

APL 695
Avis

CHAVES, Luis, Lendas de Portugal: Contos de Mouras Encantadas, Lisbon, Livraria Universal, 1924 , 208-219
Avis (AVIS) PORTALEGRE

I

 O Alentejo é a planicie enorme. Cansa. Ha ao longe montanhas, cuja distancia engana a vista. E’ um vasto oceano solidificado, ondas altas são as montanhas, lá além ...

[Unsure / Uncommitted] [Ludic written text]

APL 696
Basília

CHAVES, Luis, Lendas de Portugal: Contos de Mouras Encantadas, Lisbon, Livraria Universal, 1924 , 220-229
- (GUARDA) GUARDA

A Beira Alta é como um degrau aonde se sobe para olhar por Portugal abaixo. Imagine-se um altar feito de montes, altar immenso, a que a neve estende a toalha branca ...

[Unsure / Uncommitted] [Ludic written text]

APL 659
Campainha de Bronze

DIAS, Jaime Lopes, Contos e Lendas da Beira, Coimbra, Alma Azul, 2002 , 65-67
Monsanto (IDANHA-A-NOVA) CASTELO BRANCO

A caminho de sua casa, subia, monte acima, despreocupadamente, por mal demarcada vereda, honrado morador da freguesia de Santa Maria do Castelo de Monsanto.
 Temente a Deus, ouvia falar, desde ...

[Unsure / Uncommitted] [Ludic written text]

APL 723
Castro de Sabroso (A)

PARAFITA, Alexandre, Património Imaterial do Douro - Narrações Orais (contos, lendas, mitos) Vol. 1, Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2007 , 128
- (TABUAÇO) VISEU

As pessoas não se cansam de repetir de que os mouros, ao fugirem de Sabroso, expulsos pelos cristãos, lamentavam todo o ouro e prata que lá haviam deixado ...

[Unsure / Uncommitted] [Citation/Quote]

APL 3775
[Convite para a Fonte da Moura]

OLIVEIRA, Francisco Xavier d'Ataíde, As Mouras Encantadas e os Encantamentos do Algarve, Loule, Notícias de Loulé, 1996 [1898] , 72-73
- (LOULÉ) FARO
Motifs: F348.5.1.,
None [Some Belief] [Memory transcription]

APL 3586
[Cordão de oiro nas Guímbrias]

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 246-247
Corujas (MACEDO DE CAVALEIROS) BRAGANÇA None [Unsure / Uncommitted] [Citation/Quote]

APL 3652
[Crastelos ou Casas dos Mouros]

PARAFITA, Alexandre, A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros, Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , 297
Vilar De Perdizes (São Miguel) (MONTALEGRE) VILA REAL None [Unsure / Uncommitted] [Citation/Quote]

APL 207
Do Castelinho

GONÇALVES, António J., Monografia da Vila de Almodôvar, Almodovar, Associação Cultural e Desportiva da Juventude Almodovarense, s/d , 130
Santa Clara-A-Nova (ALMODÔVAR) BEJA

Havia uma mulherzinha, que vivia no Castelinho, freguesia de Santa Clara a Nova, concelho de Almodôvar, que estava a coser as meias do seu marido, sentada ao sol que ...

[Unsure / Uncommitted] [Scientific written text]

APL 767
[Dois cântaros de chumbo com oiro]

PARAFITA, Alexandre, Património Imaterial do Douro - Narrações Orais (contos, lendas, mitos) Vol. 1, Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2007 , 170
Granjinha (TABUAÇO) VISEU

A sudeste da povoação [de Granjinha] ficam os Castelinhos de Cabriz onde, diz o povo, há tesouros que o livro de S. Cipriano localiza.
 Diz-se que à beira dum castinceiro ...

[Unsure / Uncommitted] [Citation/Quote]

APL 936
Dona mirra

FERREIRA, Joaquim Alves, Lendas e Contos Infantis , Vila Real, Edição do Autor, 1999 , 136-139
Galafura (PESO DA RÉGUA) VILA REAL

Perto da aldeia de Galafura, pertencente ao Concelho do Peso da Régua, há um lugar chamado Monte de S. Leonardo, um miradouro de sonho, que delicia os olhos dos ...

[Unsure / Uncommitted] [Ludic written text]

APL 1678
E a Moira Encantada?

GRAÇA, A. Santos, O Poveiro, Lisbon, Publicações Dom Quixote, 1998 [1932] , 80-81
Póvoa De Varzim (PÓVOA DE VARZIM) PORTO

«A Moira Encantada? Era ali no penedo do Coim. Por vezes aparecia no areal do lado de Martim Paz. Dava sinais luminosos e ouvia-se dizer que, se a desencantassem, daria ...

[Unsure / Uncommitted] [Memory transcription]

APL 2280
Fátima-Lenda de S. João na Beira-Baixa

VASCONCELLOS, J. Leite de, Contos Populares e Lendas II, Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , 776-778
- (MANTEIGAS) GUARDA None [Unsure / Uncommitted] [Ludic written text]


Results 126 thru 150
Page 6 of 14       < 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 >