Medos

Results 1 thru 21
Page 1 of 1

APL 3786
[A Moura encantada em Cabra]

OLIVEIRA, Francisco Xavier d'Ataíde, As Mouras Encantadas e os Encantamentos do Algarve, Loulé, Notícias de Loulé, 1996 [1898] , 87-88, cap. V
Almansil (LOULÉ) FARO
Motivos: E423.1.9.,

Numa noite de Agosto certo artista desta vila, já falecido, tomou o caminho da casa de seu pai, em Vale de Cães, seguindo a estrada, que sai em frente ...

[Unsure / Uncommitted] [Registo escrito Científico]

APL 1591
A Zorra Berradeira

OLIVEIRA, Francisco Xavier d'Ataíde, As Mouras Encantadas e os Encantamentos do Algarve, Loulé, Notícias de Loulé, 1996 [1898] , 235-236
- (MONCHIQUE) FARO

O povo do Algarve fala da zorra berradeira com medo horrível. Diversas são as opiniões que correm a respeito desta entidade malfazeja.
 Uns afirmam que a zona ...

[Unsure / Uncommitted] [Registo escrito Científico]

APL 2016
A Zorra de Odelouca

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Silves (SILVES) FARO

Concelho de Silves. Há muitos anos, não sabemos quantos anos há. Considera-se uma lenda. Apareceu… Havia lá uma senhora que roubava nas tremas e arrancava os marcos e punha ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1262
Coisa Má

FURTADO-BRUM, Ângela, Açores: Lendas e outras histórias, Ponta Delgada, Ribeiro & Caravana editores, 1999 , 86-87
- (RIBEIRA GRANDE) ILHA DE SÃO MIGUEL (AÇORES)

A ilha de S. Miguel, quando foi descoberta, era dominada pelos demónios e coisas más que perturbavam as pessoas.
 Nos primeiros tempos do povoamento, Rui Vaz do Trato ...

[Unsure / Uncommitted] [Registo escrito Lúdico]

APL 2605
Lenda da Serpente

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Paderne (ALBUFEIRA) FARO

Esta também é do Castelo [de Paderne]. Havia um senhor que se fazia de muito forte e que não tinha medo de nada e disse para os outros que ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1552
Lenda do Homem da Estação

DUARTE, Joaninha, A Luz da Cal ao Canto do Lume, Lisboa, Colibri, 2009 , 266
Cabeção (MORA) ÉVORA

Sempre se contaram histórias de medos sobre a Estação de Cabeção.
O guarda da Estação que era de Cabeção dizia que todos os dias lhe ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 2621
Má hora

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
- (CASTRO MARIM) FARO

Diziam que às quatro da manhã batiam à porta das pessoas e não podíamos responder ‘quem é’ porque de fora a má hora dizia ‘é a má hora’. Mas se ouvia ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1114
Medo do Vale das Porcas

HENRIQUES, Francisco , Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , 277
- (MAÇÃO) SANTARÉM

O padre Pereira antigamente ia a d’zer missa ao Pergulho, naquele tempo a pé. Depois passava lá no Vale das Porcas. Depois sempre lá aparecia um medo. As pessoas ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1147
Obras da diabólica

MOURA, José Carlos Duarte, Histórias e Superstições na Beira Baixa, Castelo Branco, RVJ editores, 2008 , 10
Penha Garcia (IDANHA-A-NOVA) CASTELO BRANCO

Ouve-se por ali dizer que em tempos idos, os “medos”, andavam no meio das pessoas.
 Um dia nesses remotos tempos, a diabólica caçou um homem, segurou-o com as ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1097
O cavalo da ribeira

HENRIQUES, Francisco , Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , 128
- (MAÇÃO) SANTARÉM

Dizia o meu pai que na Pracana (qu’ele era da Pracana), quando era moço e ia dormir para os palheiros com os irmãos, como era hábito ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1111
O medo das Fontaínhas

HENRIQUES, Francisco , Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , 275-276
- (MAÇÃO) SANTARÉM

Eu uma vez andava nas Fontaínhas (ó pé da Bairrada, no caminho para a Mouta Recome), com outras pastoras da Pracana. Fui lá deitar folha de figueira às cabras. Passa ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 2569
O Medo das Gralheiras

AA. VV., -, Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas), Faro, n/a,
Vila Verde De Ficalho (SERPA) BEJA

Uma versão que eu conheço do Medo das Gralheiras é... as Gralheiras que é uma zona perto de Ficalho próximo de um moinho de vento e a terra chama-se ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1542
O medo das Tapadas

GOUVEIA, Jorge, Contos Populares do Paúl, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2008 , 15
Paul (COVILHÃ) CASTELO BRANCO

Otra vez dixe que foi dromir a guardar a água da R'badirada, debaixe dumas olveras do avô Gouveia. 'Stava lá ditade, quand' sinte vir além às Tapadas pro ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1087
O Medo do Alto da Piloteira

HENRIQUES, Francisco , Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , 43-44
- (PROENÇA-A-NOVA) CASTELO BRANCO

Conta-se ter-se esta história passado com o meu avô e o seu irmão.
 Era inverno, a noite vinha cedo e a hora já ia espigada. Vinham lado a ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1098
O medo do Fojo

HENRIQUES, Francisco , Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , 128-129
- (PROENÇA-A-NOVA) CASTELO BRANCO

A minha mãe diz que a casa da minha tia do Fojo, das Cimadas, noutro tempo, tinha uma varandinha e qu’ela ia pra lá dormir com as filhas ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1095
O medo do Pereiro

HENRIQUES, Francisco , Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , 119-120
- (MAÇÃO) SANTARÉM

O Luís Manuel do Rei foi muito atentado. A casa dele é logo perto da casa do mê pai. Qu’ vinha de jogar as cartas, ia sempre jogar as cartas ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1541
O medo do Pisão

GOUVEIA, Jorge, Contos Populares do Paúl, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2008 , 14-15
Paul (COVILHÃ) CASTELO BRANCO

Otra vez o avô Sardinha, o pai do avô, dixe qu'ía guardar os bois ali pós lades do Pezão – aquile dixe que num havia lá casa ninhuma ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1096
O Medo do Vale d'Água

HENRIQUES, Francisco , Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , 120-121
- (MAÇÃO) SANTARÉM

O mê pai também... qu’ uma vez forim ós peixes, ó engano. Ó engano. apanham-se os peixes só na corrente, é pôr e alevantar a rede, só pôr e alevantar ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1105
O Traitolas

HENRIQUES, Francisco , Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros, Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , 269
- (PROENÇA-A-NOVA) CASTELO BRANCO

O Cadafaz dista alguns quilómetros de Rabacinas e Maxiais. Fica na margem esquerda da Ribeira da Fróia e é um lugar de muitas hortas.
 Diziam que aparecia aqui uma ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]

APL 1655
Tardo (= pesadelo)

SARMENTO, Francisco Martins, Antígua, Tradições e Contos Populares, Guimarães, Sociedade Martins Sarmento, 1998 , 162
- (GUIMARÃES) BRAGA

Traz um barrete vermelho e quem lho tirar não só se livra do pesadelo, mas fica rico. Não se sabe se é alma de criança sem baptismo, se ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição de Memória]

APL 1887
[Um Miedo]

VASCONCELLOS, J. Leite de, Contos Populares e Lendas I, Coimbra, por ordem da universidade, 1963 , 440-441
Duas Igrejas (MIRANDA DO DOURO) BRAGANÇA

Iou sali de lâ vila de Mogadouro, e ihebába la cochina [porca] préza c’üa côrda, e ai chegar â la borda d’úa capiêlha [capela], saliu-me ...

[Unsure / Uncommitted] [Transcrição Oral]


Results 1 thru 21
Page 1 of 1